RSS

Devo a eles "tudo" o que sei hoje: meus professores


Não tudo, mas boa parte do meu conhecimento eu devo aos meus professores, sei que é muita babação mas é verdade. Porém tem aqueles que mesmo nos ensinando tanto são muito chatos né? Também não posso mentir. Tenho uma professora récorde em chatisse: Ana Régis. Ela é do tipo: "mando mesmo e não tô nem aí!" e ela não está nem aí para o que falam sobre ela, mas sabe o quanto falam mal. Tipo, ela é super grossa, chata e estresada na maioria das vezes, mas é muito boa a sua aula e eu até gosto dela, por incrível que pareça. Não podemos mal piscar, mas ela ensina super bem a sua matéria de literatura, isso eu não posso reclamar mesmo.
Professores de Português sempre marcam nossa vida, deve ser pelo fato da gente ter pelo menos umas 5 aulas de Português por semana, ocupando horários das matérias mais legais e que tem apenas um dia na semana (tipo Educação Física, na minha época de 2ª série principalmente). Tive uma professora de Português, na minha 5ª série, inesquecível: Ana Maria. Ai eu amava ela, ela era sempre muito carinhosa, mas nem ensinava tão bem (deve ser porque eu não prestava atenção nas aulas dela). Um desses dias eu até encontrei ela em um posto de gasolina, e ela se lembrou de mim (eu fico muito feliz quando um professor legal se lembra de mim, porque, mesmo com tantos alunos e tantas turmas, ele se lembrou de mim), mas ela tava no carro e eu atrasada para a aula, por isso mal falei com ela.
Outro professor meu muito carinhoso era Josemar, vulgo Txixtio, professor de Espanhol. Ele sempre falava com uma voz fanha toda vez que chegava na sala: "txãão liiiindooos!". Ah, e me chamava de "galega", parte ruim da lembrança (uma colega minha vivia tirando onda com isso :P) .
Professor(a) de alfabetização ninguém esquece e mesmo esquecendo, as bilhões de fotos com ele(a) faz com que sua memória não te deixe falhar. A minha se chamava Geovanna, quer dizer, Tia Geovanna, e eu amava ela.
Sei que o dia dos professores já passou, mas não poderia deixar de me lembrar e de homenagear essas pessoas tão inesquecíveis e intediantes que passaram e ainda passam pela minha vida.

*foto da professora Helena do Carrossel (novela antiga do sbt) / Fonte: Google

4 COMENTÁRIOS:

. inha ~ disse...

amei a postagem!

. inha ~ disse...

amei a postagem!

Anna Beatriz disse...

Por que Inha comentou duas vezes? o-o ai ai, professores sempre marcam mesmo nossas vidas, é o que o diga. Ahh, a ideia da postagem foi minha ;)

Araceli disse...

Tinha que mencionar a tia Ana Régis né? hahaha Mas eu concordo contigo, apesar dela ser um cocô em termos de simpatia, ela pode se orgulhar da forma como ensina.

;]